sábado, 26 de junho de 2010

[Excitação do "Eu"] Admite!

Admite...
Que gostavas de ser o meu redentor!

Admite...
Que o teu orgulho e pretensão não te deixam conhecer-me!

Admite...
Que não serves para mais nada senão para eu me servir de ti!

Admite...
Que tens vergonha de não me conseguires fazer ajoelhar aos teus pés!

Admite...
Que sempre existe o fracasso de me tentares impor os teus dogmas!

Admite...
Que nunca me tornarás naquilo que queres que seja!

Admite...
Que não sabes sequer aquilo que me move!

Admite...
Que morrerás sem ter sequer noção do que é ser "Eu"!
   
Admite...
Admite...
Admite...

Admite... 
Sociedade hipócrita!! Sociedade sem escrúpulos!! Sociedade corrompida!! 

Admite...
Que não preciso da tua aprovação para ser quem sou!!

ADMITE...
A tua incompetência perante mim!!!!

4 comentários:

Mr.Jones disse...

amigo,
Arrasouuuuuu nesse texto.
aplaudindo aqui
abçs

Massoterapeuta no rio de janeiro disse...

Admito que ainda não sou quem sou,
mas estou em busca do meu verdadeiro EU .

abs
Francisco

Mari Costa disse...

OII Joel
Adorei o seu post, bastante profundo, você escreveu muito bem, as vezes as pessoas só se importam com seu EU, que cedo ou tarde, um dia vai ser engolida pelo seu EU gigantesco.
bjs no coração

Jackie Freitas disse...

Olá meu fofis!!
Admissão em si já é para poucos. Admitir-se nesse contexto, pior ainda. E esse é o grande problema da "sociedade dos hipócritas" : admitir-se e assumir-se pequena diante de um "EU".
Grande beijo, meu quiducho!
Jackie